Notícias Câmara

07/02/2020 - APROVADO O REAJUSTE SALARIAL DOS SERVIDORES E POLÍTICOS

Facebook Twitter Google

No dia 29 de janeiro, foi realizada no plenário da câmara municipal uma reunião extraordinária para votar o projeto do reajuste salarial dos servidores públicos para o ano de 2020, encaminhado pelo poder Executivo. No aumento dos ordenados serão contemplados o funcionalismo público, incluindo prefeito, vice-prefeito e vereadores. O projeto foi aprovado de forma unânime pelos 16 vereadores e elevou o salário dos servidores em 5%. Já os agentes políticos tiveram elevação em 4,48% em seus ordenados. Vale ressaltar que o PL – Projeto de Lei foi votado em reunião extraordinária, uma vez que a prefeitura o havia mandado sem contemplar a classe dos profissionais do magistério. A partir de fevereiro, o salário dos servidores públicos já passa a ser contabilizado junto aos 5% aprovados como reajuste na câmara. Os servidores do poder Legislativo passam a receber o acréscimo, a partir de março. A reportagem GP conversou com o presidente da câmara, vereador Marcílio Magelade Souza. Veja.

“Votamos esse projeto com muito esclarecimento ao público que esteve presente. Votamos a correção de 4,48% para os agentes políticos, que são prefeito, secretários, vice-prefeito e vereadores e votamos um aumento de 5% ao funcionalismo público municipal. Deixando bem claro que também estaremos perdendo um pouco desse aumento, dessa correção que acontece todos os anos. Afinal, quando se corrige um salário, as coisas já dobram de preço, automaticamente. Então, esse percentual é preciso que se dê mesmo, senão os funcionários saem perdendo muito. Já de imediato vamos estar perdendo - secretários, prefeito e vereadores. Funcionário público que ganhe mais de R$ 3 mil paga 11% de Previdência Social e vai estar contabilizando 14%. O funcionário que ganha abaixo disso terá um percentual entre 11 e 12%. Ou seja, todos nós acabamos perdendo um pouco desse reajuste que houve. Lembrando que esse ajuste, mesmo quem recebe pela prefeitura, pela Paraprev, também terá esse acréscimo, porque vem de cima pra baixo, vem da mudança da Previdência. É um aumento pequeno, mas é bem-vindo,” reconhece Marcílio.

E OS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO? - A reportagem GP conversou também com o vereador Marcos Aurélio dos Santos, que acusou um erro da prefeitura. Veja.

“Percebemos que o prefeito não estava contemplando ao novo plano de cargos e carreiras do magistério a serem implementadas agora, em fevereiro e março. Nós, vereadores (eu, Rodrigo Varela e Marcão) corremos contra o tempo e fizemos, imediatamente, um ofício ao prefeito Elias Diniz, para que ele incluísse os servidores da educação a esse reajuste de 5% também nos novos salários, do novo plano de cargos. Assim, o prefeito concordou em enviar uma emenda e contemplar todos os servidores da educação - cerca de 1.400 profissioonais, no novo reajuste,” explica Marcos.

Veja também