Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1917
Pará de Minas 13/05/2022


exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

LEVINO DA COSTA DE JESUS, 115
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Por ser sério, o GP Jornal é muito respeitado na cidade!”
JOSÉ IRINEU SILVA, empresário.

Histórico

EM 29 DE OUTUBRO DE 1984, aos 30 anos, o pará-minense Francisco Gabriel Bié Barbosa, graduado em Jornalismo e Publicidade, em 1979, pela UFMG, acreditou e implantou um jornal apolítico que enfoca os acontecimentos e fatos mais marcantes da cidade. Desde 1975, Bié residia em Belo Horizonte, onde já trabalhava como publicitário. Entretanto, nos 8 anos em que trabalhou com peças publicitárias, sempre estava de olho nos acontecimentos e rumos de sua terra natal, onde ele passava os fins de semana, de 15 em 15 dias. A falta de um jornal com periodicidade constante intrigava aquele que dominava a arte da criação. EM 10 DE NOVEMBRO DE 1984, circulou a 1ª edição quinzenal do jornal, totalmente independente e moderno, quando a sede era na rua Antônio de Melo. Não sem sacrifício, pois residindo em Belo Horizonte/MG, teve de dividir seu tempo entre o trabalho publicitário de lá, onde residia com sua esposa e filhos, e o trabalho jornalístico daqui. Bié Barbosa não queria brincar de fazer jornalismo, mas, sim, trilhar com responsabilidade o caminho escolhido, fazendo valer o slogan escolhido: O compromisso com a verdade, doa a quem doer. Inicialmente, teve como sócia a também jornalista Lígia Muniz, entre outros, mas, alguns anos depois, tornou-se o único responsável pela empresa que, por causa do slogan adotado, trilhou por caminhos espinhosos. EM 17 DE MAIO DE 1985, 6 meses depois de ter fundado o jornal pode, finalmente retornar a Pará de Minas, de maneira definitiva. EM 18 DE ABRIL DE 1986, após ganhar mais assinantes e anúncios publicitários, a GAZETA PARÁ-MINENSE tornou-se semanal, através de sua edição de nº 36, com sua sede mudando-se também para um endereço mais central: rua Major Silvino Silva. Nesta mesma data, o jornal adquiriu o seu 1º microcomputador. Na verdade, o 3º a ser adquirido em Pará de Minas. EM 2 DE MAIO DE 1997, saiu do forno a 1ª edição colorida do jornal (Edição de nº 612), motivo de muita comemoração da equipe e de muitos assinantes. Afinal, era conquistada mais uma vitória para o já mais tradicional veículo impresso do município. EM NOVEMBRO DE 2010, a GAZETA, necessitando de mais espaço e também para fugir do Centrão cada vez mais insuportável da cidade mudou de sede novamente: rua Alferes Esteves, também no Centro. HOJE, tanto a GAZETA impressa (037 – 3232-3434) como o GP online (www.gazetaparaminense.com.br) contam com uma sólida e competente equipe de trabalho, onde se incluem dezenas de funcionários e colaboradores que editam um jornal quase que totalmente repleto de matérias exclusivas que garantem o seu crescimento constante. COMO SE NÃO BASTASSE, o jornalista Bié Barbosa também fez de seu forte veículo de comunicação impresso um realizador de grandes e tradicionais eventos que movimentam toda Pará de Minas e região, gerando vários empregos indiretos. Entre eles, destaque para o concurso SELO GP para eleger anualmente o selo do jornal; o GARRA PROFISSIONAL, o mais importante e empolgante evento de Pará de Minas de todos os tempo, quando são eleitos os 18 Melhores Profissionais do Ano que ganham a disputada estatueta do Leitor Prateado; o GRANDE PAPO, evento cultural mensal que promove importantes e polêmicos debates destinado principalmente à classe estudantil; o concurso de beleza GAROTO & GAROTA PISCINA que todo ano elege o casal mais bonito indicada pelos clubes, academias e clínicas da cidade; a MOSTRA GP, exposição de artes bimensal, realizada recepção do jornal, com o intuito de revelar e despertar novos talentos artísticos na cidade; a NOITE DA CAMISETA, festa de aniversário do jornal, quando homenagens são prestadas; e ainda os suplementos anuais GOSTOSURAS PRÁTICAS de receitas; e OS DEZ MAIS DO ANO, dirigido à elite social da cidade. HOJE, OLHANDO PARA TRÁS, é constatado que foram muitas as batalhas do jornal, ora com vitórias, ora com derrotas. Mas nunca, em todos esses anos de existência da GAZETA PARÁ-MINENSE, o jornalista Bié Barbosa deixou de acreditar em seus ideiais, de ter pulso firme, sempre à frente, incentivando e transmitindo a todos os seus pensamentos positivos. E assim, a GAZETA, como é mais conhecida, firmou-se como o veículo de comunicação impresso de maior longa existência de toda a história de Pará de Minas, circulando não só na cidade, mas também na região e em qualquer cidade, Estado ou país, onde haja um pará-minense ávido por notícias de sua querida terra natal.

Galeria

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

LEVINO DA COSTA DE JESUS, 115

exclusivo

enquete gp

COMO REAGIR DIANTE UM PROBLEMA, QUANDO ELE SURGE?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Por ser sério, o GP Jornal é muito respeitado na cidade!”
JOSÉ IRINEU SILVA, empresário.