Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1924
Pará de Minas 01/07/2022


exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

Entre outras queixas dos leitores GP leia: “ATÉ A NATUREZA ESTÁ FICANDO MUITO LOUCA”

exclusivo

O editor GP escreve mais uma crônica: COMO VOCÊ VÊ OS ATUAIS POLÍTICOS DESTA CIDADE?

exclusivo

“SOFRI A INTERDIÇÃO TOTAL DA MINHA CASA, POR RISCO DE DESABAMENTO”

exclusivo

QUEM FOI

MARIA VILAÇA FERREIRA DE REZENDE
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“O GP Jornal traz as informações nas medidas certas!”
SÉRGIO SANTOS DE SOUZA, engenheiro mecânico.

Notícias

CORRENTE DE FÉ PARA SALVAR UMA FLOR


Maria Flor, criança de um ano e oito meses, mora em Pequi/MG e tem uma deficiência do quadril pra baixo. Assim, ela vive uma situação bastante complicada, já que necessita fazer várias cirurgias de custo muito elevado, sem falar que seria o segundo caso de cirurgia experimental no Brasil. A família da menina realizará neste domingo, 21, na praça de Pequi uma festa beneficente para arrecadar fundos para realizar a primeira cirurgia, que custa em torno de trinta mil reais. A reportagem GP conversou com a mãe de Maria Flor, Camila Viegas, que explicou sobre o problema da filha e as suas necessidades. Veja.
“A Maria Flor nasceu com essa má formação do quadril pra baixo. Ela tem os ossos tortuosos, não tem ligamentos, tem os pezinhos tortos e faz o tratamento na Rede Sarah, desde que nasceu. Porém, agora ela tem de fazer uma cirurgia e eles não têm recursos para realizá-la. Essa cirurgia não é regulamentada por nenhum plano de saúde do país. Dessa forma, eles indicaram um médico que - se não for o único é um dos únicos - que faz essa cirurgia no Brasil e ele pediu em torno de trinta mil reais. Pior que isso: esse valor se refere apenas a uma cirurgia e minha filha pode precisar passar até por dez ou mais cirurgias. Infelizmente, não temos condição financeira para bancar essa cirurgia, pois temos mais três filhos – são muitas despesas - meu marido é produtor rural e eu não trabalho. Daí, surgiu a ideia de fazermos essa festa beneficente para arrecadar fundos e podermos realizar a primeira cirurgia,” espera Camila.

COMO SERÁ A FESTA? - “Neste domingo, 21, às 11H, haverá uma partida de futebol, seguida de uma feijoada, às 12H, na barraquinha de Santo Antônio. Teremos também leilão, bingo e shows com artistas da região, como Marcelinho de Lima, Willy e Ney, Edmar e Josimar, além de Danilo Reis e Rafael, de Betim/MG, vencedores do The Voice Brasil 2014. Contamos com o apoio e a presença de todos, pois todo o dinheiro arrecadado será para realizar a cirurgia da Maria Flor.”

* Ingressos estão sendo vendidos a dez reais, na loja Matoso Presentes, mas podem ser adquiridos também com Camila, através do fone 9 9914-0305. Doações à parte também podem ser feitas diretamente com ela.

Mais da Gazeta