Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1917
Pará de Minas 13/05/2022


exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

“FIQUEI LIGADA A UM MONTE DE APARELHOS, MAS NÃO TINHA MAIS O CÂNCER NO MEU CORPO”

exclusivo

O mais tradicional evento cultural da cidade debateu sobre a VIDA PÓS-PANDEMIA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

LEVINO DA COSTA DE JESUS, 115
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Por ser sério, o GP Jornal é muito respeitado na cidade!”
JOSÉ IRINEU SILVA, empresário.

Notícias

35ª ESCOLA DO SESI SERÁ NA CIDADE

Foi realizada, no dia 31 de outubro, no Senai local uma palestra sobre educação que, também falou sobre a nova escola do Sesi/Senai que será implantada na cidade. Para saber mais sobre esse assunto, a reportagem GP conversou com o diretor do Senai local, André Rufino. Confira.

“Essa palestra falou para os profissionais da área de educação da cidade e aos empresários sobre a importância de educar e também gerar condições para que eles se tornem melhor na educação. Como estamos implantando o Sesi aqui em Pará de Minas, aproveitamos a oportunidade para mostrar à comunidade a nova escola que será implantada. Trata-se de um novo trunfo para a cidade na área de educação e nós possamos saber aproveitar esse presente que a cidade está ganhando,” cobra André.

ENSINO ARTICULADO – Por sua vez, a diretora do Sesi de Itaúna, Sara Souza, falou que o Sesi tem mais de trinta e quatro escolas em Minas, trinta e cinco com a de Pará de Minas, e mais de quinze mil alunos. Por falar nisso, o ensino do Sesi é, hoje, uma influência positiva para todas as redes de ensino, por causa de seu diferencial no Ensino Articulado, quando o aluno faz a formação básica no período da manhã e, à tarde, um curso técnico. Fora isso, no fim do terceiro ano do ensino médio o aluno ainda terá uma preparação para fazer o Enem e demais vestibulares.”

Mais da Gazeta