Selo GP ANO 37 - Nº 1861
Pará de Minas 08/04/2021
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
Selo GP ANO 37 - Nº 1861
Pará de Minas 08/04/2021
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e imparcialidade, desde 84

ESCOLA VERSUS FAMÍLIA - AMOR, LIMITE, EXEMPLO, INDIVIDUALIDADE E AFETO

10/12/2015 | Eventos GP

 Como faz em toda última 5ª feira do mês, durante o período escolar, esta GAZETA realizou mais um Grande Papo, desta vez o 209°, na Escola Estadual Clóvis Salgado, bairro de Fátima, sob o tema Escola Versus Família. Os debatedores convidados pela Comissão Organizadora do Evento foram o psicólogo Ivanilson Eleutério e a psicopedagoga Marcilene Tavares. A abertura do evento ficou por conta também de Marcilene Tavares que fez uma contação de história que envolveu todo mundo que cantou e, depois, aplaudiu com entusiasmo. No encerramento, aconteceu o esperado Ganha Prêmio com brindes enviados pela Algar Telecom, Plena Alimentos e livros do escritor José Pereira da Costa (Entre Feras). Após o evento, a reportagem G.P. falou com os debatedores. Veja, primeiramente, o que disse Ivanilson Eleutério.
“Eu trabalho com crianças e adolescentes apenas em escolas, indo até elas e tentando entender o que está acontecendo. Existe uma procura muito grande por tratamentos, mas na verdade não são todos os casos que necessitam. A maior obrigação que tenho, como psicólogo, é tentar esclarecer quais casos precisam de tratamento e quais casos seriam apenas uma questão de convivência. Outra coisa é que acho muito difícil trabalhar só o aluno, sem que a família dele também participe”, revela Ivanilson.

3 COISAS – “A relação família e escola é problemática, mas acredito que a única possibilidade para melhorar é que as famílias tenham uma maior clareza de como elas podem criar seus filhos em um mundo tão complexo quanto o de hoje. Uma coisa que sempre digo é que precisamos dar 3 coisas para as crianças: amor, limite e exemplo. Se dermos para as crianças amor verdadeiro, os limites que elas precisam ter e bons exemplos, com certeza iremos melhorar a vida delas, tanto em casa quanto na escola”.
PARCERIA - Agora, veja o que disse Marcilene Tavares.
“A relação entre família e escola é inseparável e acredito na parceria que deve existir sempre. Acho que a escola é uma instituição de sucesso, mas que precisa contar diariamente com o apoio dos pais e de todos os familiares da criança ou adolescente. A família também precisa receber e aceitar o apoio que a escola tem para oferecer”, deseja Marcilene.

AFETO – “Hoje, em nossas casas, precisamos trabalhar com respeito a individualidade do ser, ouvindo a criança e sempre sabendo que toda relação passa pelo afeto. Ou seja, se a família tem uma relação construída no afeto, no respeito, na escuta à criança, a severidade e a palmada nem serão necessárias. Acredito na relação que perpassa pelo afeto e também no tempo que se é dedicado à criança”.




Mais da Gazeta

Exclusivo

QUEM FOI


LENIR DA CONCEIÇÃO MEDINA?
<p><p></p>

<p><b>QUEM FOI</b></p><br></p>

ADORO O GP JORNAL

“Admiro o GP Jornal, por permanecer no mercado, há tantos anos, e com a mesma qualidade das informações!”
MARIA ELIZA C. FARIA, empresária
Adoro o GP Jornal