Selo GP ANO 37 - Nº 1861
Pará de Minas 08/04/2021
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
Selo GP ANO 37 - Nº 1861
Pará de Minas 08/04/2021
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e imparcialidade, desde 84

238ª Mostra G.P.: Arte Sacra

03/09/2015 | Eventos GP
238ª Mostra G.P.: Arte Sacra Para a 238ª edição da Mostra G.P. a GAZETA, expõs as belas peças sacra de Wagner de Vasconcelos Silva, 35, artista e professor da Escola de Artes e Ofício Sica. Acompanhe.
“Faço arte desde os 8 anos de idade. Iniciei em casa mesmo e, depois de um tempo, eu comecei a frequentar a Escola de Artes e Ofício Sica. Na escola, aprendi as técnicas e aprimorei minha experiência com a cerâmica. Durante um ano, morei em São João Del Rey, onde tive contato com pessoas que faziam imagens sacras de madeira. Me interessei por esse trabalho e aprendi um pouco sobre arte em madeira. Faço todo tipo de peça com esses materiais, mas meu foco são as peças sacras”, resume Wagner.

DETALHES - “A produção de peças de cerâmica se inicia com o preparo da argila, que não pode ser qualquer uma. Depois, vem a fase de modelar, que é livre, sem molde ou forma alguma. É algo que brota da criação do artista. Posteriormente, a peça é levada para ser secada ao natural, sem ser exposta ao sol para não trincar. Logo após, totalmente seca, ela ainda passa pela queima, em um forno na escola, a uma temperatura de 600ºC. Finalmente, chega a hora da pintura. A pintura também é feita por mim, e é diferenciada, pois uso a técnica da policromia das imagens, quando, primeiramente, dou um fundo de cor à imagem e depois uso uma série de cores e pigmentos até colocar a folha de ouro. Para uma peça bem executada, gasto mais de um mês. A peça de madeira é mais demorada ainda, porque depende muito do tipo do trabalho que está sendo feito”.
ARTISTA E PROFESSOR – “Hoje, minha dificuldade maior é o tempo, pois também dou aulas na escola de artes e o tempo para criação fica diminuído. Ministro aulas de cerâmica, juntamente com a Heloísa Xavier que já foi minha professora também. As peças que faço já foram usadas para exposições, mas a maioria são feitas para encomenda. Qualquer pessoa pode vir à escola e fazer aqui a sua encomenda”.

Mais da Gazeta

Exclusivo

QUEM FOI


LENIR DA CONCEIÇÃO MEDINA?
<p><p></p>

<p><b>QUEM FOI</b></p><br></p>

ADORO O GP JORNAL

“Admiro o GP Jornal, por permanecer no mercado, há tantos anos, e com a mesma qualidade das informações!”
MARIA ELIZA C. FARIA, empresária
Adoro o GP Jornal