Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1923
Pará de Minas 24/06/2022


exclusivo

UNIVERSO FAPAM

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

ATÉ AQUI,FATALIDADE ASSIM SÓ ERA VISTA NO FILME PREMONIÇÃO

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

VERA LÚCIA SENA VALADARES
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“O GP Jornal é informação e entretenimento, com qualidade e confiabilidade!”
VINÍCIUS PEREIRA DOURADO, médico cardiologista

Notícias Variadas

SAIBA COMO COMBATER A DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA

Três doenças conhecidas dos brasileiros são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti: dengue, Zika e Chikungunya. Os números são alarmantes. Segundo levantamento da Secretaria de Saúde do Estado, o mosquito foi identificado em 97,8% dos municípios do Estado de Minas Gerais. O Aedes é um mosquito doméstico, que vive dentro de casa e perto do homem. Ele tem hábitos diurnos, mas não se engane, se houver oportunidade eles também podem picar á noite. A principal característica morfológica que o diferencia dos demais mosquitos, é a presença de listras brancas no tronco, cabeça e pernas. A reprodução acontece em água limpa e parada, a partir da postura de ovos pelas fêmeas. Os ovos do Aedes aegypti são capazes de sobreviver e gerar novas larvas mesmo após um período de estiagem de um ano, até que retorne o período das chuvas. A forma mais eficaz de prevenção dessas três doenças é o combate ao mosquito. Por isso, é importante que todos conheçam os riscos e saibam o que é preciso fazer para não deixar o mosquito nascer. Em poucos minutos é possível tomar medidas de proteção para evitar a procriação: * Verificar se a caixa d’água está bem tampada. * Deixar as lixeiras bem tampadas.  Colocar areia nos pratos de plantas. * Recolher e acondicionar o lixo do quintal. * Limpar as calhas. * Cobrir piscinas. * Tapar os ralos e baixar as tampas dos vasos sanitários. * Limpar a bandeja externa da geladeira. * Limpar e guardar as vasilhas dos bichos de estimação. * Limpar a bandeja coletora de água do ar-condicionado. * Cobrir bem a cisterna. * Cobrir bem todos os reservatórios de água. A limpeza não se restringe somente às residências. É importante sempre ficar atento a possíveis focos de água parada na escola, no trabalho e em outros locais frequentados diariamente.



Mais da Gazeta