Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1923
Pará de Minas 24/06/2022


exclusivo

UNIVERSO FAPAM

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

ATÉ AQUI,FATALIDADE ASSIM SÓ ERA VISTA NO FILME PREMONIÇÃO

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

VERA LÚCIA SENA VALADARES
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“O GP Jornal é informação e entretenimento, com qualidade e confiabilidade!”
VINÍCIUS PEREIRA DOURADO, médico cardiologista

Notícias

GRITO POPULAR

COMPRE A GAZETA NAS BANCAS: * PADARIAS: BARIRI, CAFÉ COM LEITE e FRANÇA; * BANCAS: MARIA JOSÉ (EE Governador Valadares) e FRANCISCO (ao lado do Santander); * STOP SHOP, etc..

Veja também outras queixas da edição anterior abaixo.

BARRACO, GRITARIA E HOMOFOBIA NA CÂMARA?

“Não sei se vocês da GAZETA estão vendo, já que a mídia pará-minense está vergonhosa e não tem mostrado, nem falado nada sobre os polêmicos assuntos, mas a câmara municipal está uma vergonha! Em toda reunião, tem acontecido ali um quebra pau diferente, com direito a barraco e gritaria. Desta vez, o que teria acontecido foi uma briga feita entre dois vereadores (...), quando um teria chamado o outro de vagabundo e safado, dizendo que homofobia é crime. Por sua vez, o outro respondeu, dizendo que aquela Casa não é dele (...). No mesmo dia, durante uma reunião extraordinária, o 1º vereador teria pedido ao presidente da câmara para mandar uma vereadora calar a boca. Por sua vez, ela não teria deixado por menos e teria feito um B O - Boletim de Ocorrência - contra os ataques machistas do vereador. Pará de Minas está precisando de pessoas para representar, de verdade, a população, nessa Casa que é do povo (...)”

NOTA DA REDAÇÃO -  * Contatado, veja o que disse o presidente da Câmara Municipal de Pará de Minas, vereador Toninho Gladstone.

“O episódio entre os vereadores aconteceu depois que a reunião foi encerrada e se trata de uma questão particular entre eles. Em relação ao episódio em que um vereador solicitou ao presidente para pedir uma vereadora para calar a boca, a presidência, no momento da discussão, chamou a atenção dos vereadores, no sentido de manter a discussão no assunto em debate (discussão de requerimento em destaque),” explica o presidente.

* Também contatado, veja o que disse o vereador Márcio Lara.

“Eu não fui machista, simplesmente pedi o presidente para pedir à vereadora que se calasse, porque eu estava com a palavra. Simplesmente, usei o regimento da Casa, que serve para os dezessete vereadores. Inclusive, temos na mesa diretora um outra vereadora com quem, por sinal, me dou muito bem. A outra vereadora está usando isso, para se fazer de vítima (...). Este é o estilo que ela usa. Estou no meu 2° mandato e nunca faltei com respeito a nenhum colega de trabalho, mas infelizmente, nesse mandato está sendo difícil... Em relação ao vereador, falei mesmo, porque me senti ofendido por ele. Ele se dirigiu a mim com desrespeito,” ressalta Márcio.

“AS AVES DO BARIRI ESTÃO PASSANDO FOME?”

“Sou moradora no São José, próximo ao Bariri, e fiquei sabendo de uma notícia que me entristeceu muito: que a prefeitura não está mais tomando conta do Bariri e que os patos, gansos e animais que vivem lá não estão sendo mais alimentados. Estão todos passando fome e só estão sobrevivendo, por causa das migalhas de pães, milho e restos de comida que as pessoas dão a eles. Geralmente, pais e babás que passeiam ao redor da lagoa com crianças. Diante disso, eles estão indo para o asfalto, onde estão correndo sério risco de serem atropelados. Já vi também alguns patos voando para os telhados das casas que ficam ao redor da lagoa. Acho que a prefeitura tem condição de voltar a tratar deles. Por que será, então, que estão deixando eles lá, assim, abandonados? Eles enfeitam o local e isso tem sido um descaso que não deveria acontecer. Tem que ter uma solução, urgentemente!” 

NOTA DA REDAÇÃO - Contatada, veja o que disse a Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

“A prefeitura de Pará de Minas, por meio da secretaria de agronegócio, desenvolvimento rural e meio ambiente, informa que: * não procede a informação de que os animais do parque não estão sendo tratados e estão passando fome. Todos os dias, pela manhã, a equipe da secretaria os tem alimentado com milho. * Com relação ao fato de eles estarem saindo dos limites do parque, a pasta ressalta que é algo impossível de evitar, pois os animais têm o hábito de se deslocarem para as outras lagoas da região, muitas vezes passando pelas vias públicas, para chegar a elas ou voando para locais atípicos,” informa a assessoria.

* ERRATA - Na edição anterior a esta, queixa intitulada Quem Errou, a GAZETA ou a TVI?, onde se lê: (...) a presidência do Conselho da Casa, antes comandada por esta jornalista (Mari Greco) está a cargo de uma nova pessoa, (...), favor ler: (...), antes comandada pelo empresário Luiz Carlos Lopes Silva, uma vez que a citada jornalista foi apenas curadora e gerente administrativa dessa emissora. Pede-se desculpa.


Entre outras queixas dos leitores GP leia: Nem cachorro está aguentando este calor


Mais da Gazeta