Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1931
Pará de Minas 18/08/2022


exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

AFINAL, ONDE ESTÁ A VERDADE SOBRE O “FECHAMENTO” DA COOPARÁ?

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

WANDERCY CORREA STEIN, 85
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“A GAZETA sempre mantém a população pará-minense atualizada, com informações precisas!”
CARLOS ALBERTO DE MOURA MORATO, empresário.

Notícias Variadas

ASSISTÊNCIA SOCIAL APRESENTA NÚMEROS IMPACTANTES AO OSB


O acompanhamento do OSB local - Observatório Social do Brasil, junto às ações da prefeitura e da câmara, vai muito além do monitoramento dos gastos públicos. Cada vez mais engajada na representatividade da sociedade civil organizada, a entidade está sempre focada no seu papel de colaborar com o desenvolvimento do município. Nesse sentido, o OSB lançou nesta semana uma experiência importante, que é a de receber secretários municipais para se inteirar melhor do dia a dia da máquina pública. Quem estreou o bate-papo foi o secretário de assistência social, Flávio Medina. Acompanhado de um dos assessores diretos, ele apresentou uma gama de informações que chamaram atenção pela relevância e a nova realidade de Pará de Minas, no que diz respeito ao serviço social. Contando com cento e dez funcionários especializados em áreas distintas: assistentes sociais, técnicos administrativos e psicólogos - a secretaria prestou 40.367 atendimentos ao público em 2020, o que dá uma média mensal de 3.364. Já neste ano, o número subiu para 3.553 atendimentos por mês, em média. Com o desafio de assistir os menos favorecidos e, ao mesmo tempo, proporcionar às famílias melhores condições de trabalho, a Secretaria também tem apostado na qualificação da mão de obra, por meio de cursos profissionalizantes oferecidos gratuitamente à população, em parceria com o Sine e a Uaitec. Ao justificar a iniciativa, Medina mostrou o desempenho da economia local, informando que no primeiro semestre deste ano foram registradas 6.113 admissões contra 5.204 demissões, portanto, houve um saldo positivo de 909 contratações. Mas as novas vagas serão ocupadas por profissionais treinados e a Secretaria tem feito sua parte no treinamento deles. Durante a reunião, Flávio Medina também explicou o funcionamento de alguns órgãos da área, como o Cras, Creas e o Centro Pop. O presidente do OSB, Carlos Daniel de Souza, e os demais representantes da entidade, consideraram o encontro bastante oportuno. 


Mais da Gazeta