Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Gozacao Pura

ABANDONA A EX, VÊ ELA COM OUTRO E AINDA CANTA DE GALO? 


Geeente, não vi nada, mas ouvi um babado, por meio de outras línguas ferinas que nem te conto. Aliás, vou contar sim, porque euzinha não aguenta, você sabe, não é mesmo?. Meses atrás, um ex-político da região terminou o seu relacionamento amoroso, com uma linda mulher patafufa. Era um relacionamento de muito tempo, com tudo indo bem, até que, do nada e de repente, o namorado chutou o balde. Antes, os dois passavam os fins de semana juntos, na cidade onde ele mora, postando felicidades nas redes sociais. A bela fez de tudo para eles voltarem, mas nem bancando moradia para o cara, ele quis mais... Só queria saber de curtir a nova vida de solteiro, conhecendo – sei! - novas pessoas. Enfim, deixou claro que não queria mais nada com ela e que não precisava mais ela lhe procurar. Até bloqueá-la em todas as redes socais e chamadas ele fez. O que sobrou para a infeliz, a não ser seguir também a sua vida? Uai, a fila anda pra todo mundo, não é mesmo? Ao conhecer uma nova pessoa, a linda resolveu ir beber com amigos logo aonde? Na cidadezinha onde o ex mora. Ai, ai, ai!!! Ao ver aquilo acontecendo em uma praça, onde ele também estava, o ex começou a colocar músicas, com o paredão lá nas alturas, só para provocar o rival. Pediu também pediu a amigos dele, para provocarem o rapaz. O novo casal de pombinhos fingiu que não era com eles e haja beijos e abraços em praça pública... Quando eles voltaram para Pará de Minas, o ex desbloqueou a gata e ligou pra ela, pra tirar satisfações, fazendo ameaças, tipo cantando de galo mesmo: có, có, ri, có, có... Tenha dó, rapunzel...

A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR – Uai, será que ele achou que aquele avião iria ficar chorando pelos cantos, se derretendo toda?

ATÉ BREVE! E DE LEVE...

Você não sabe quem eu sou, mas euzinha sei tudo sobre você!

(*) Colaborador que só escreve fake news (notícias falsas).


Mais da Gazeta