Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Giro Policial

PARCERIA PARA ORIENTAR OS DESPACHANTES

A PCMG - Polícia Civil de Minas Gerais, em parceria com o Procon - Programa de Proteção e Defesa do Consumidor, no Centro-Oeste do Estado, apresentou no dia 24 de junho a nova parceria entre as instituições para proteção da prestação eficiente do serviço de emplacamento veicular na cidade. A partir deste mês, os despachantes de serviços veiculares no município serão notificados publicamente, de forma preventiva, quanto às práticas que possam incorrer em abusos ao CDC - Código de Defesa do Consumidor com relação à nova Piv - Placa de Identificação Veicular, padrão Mercosul, adotada em todo o estado a partir da Resolução 780, do Contran - Conselho Nacional de Trânsito, de 26 de junho de 2019. Conforme explicou à reportagem GP o delegado regional local, Carlos Henrique Gomes Bueno, a ideia é tornar o mais transparente possível todo o procedimento para o novo emplacamento ao cidadão, de forma que os despachantes sejam responsáveis também por esses esclarecimentos, evitando, assim, práticas de venda casada e outros abusos ao consumidor. “Embora não tenhamos registros de crimes envolvendo essas questões no município, consideramos prudente formalizar essa parceria com o Procon, de modo que possamos delegar aos despachantes e documentalistas a responsabilidade de apresentar ao consumidor todos os seus direitos ao contratar tais serviços”, esclarece o delegado. As notificações públicas, elaboradas pelo Procon municipal, trazem de forma clara as normas de defesa do consumidor e eventuais punições administrativas caso seja verificado o desrespeito a elas. “Tal medida aproximará a PCMG, por meio do Detran-MG, da população, sinalizando com clareza os seus direitos em relação ao consumo”, pontuou Carlos Henrique. De acordo com o coordenador do Procon, Bruno Souza, o fornecedor não pode condicionar a venda de um produto/serviço a outro produto/serviço e aqueles que se sentirem prejudicados devem procurar o órgão e solicitar o cancelamento do serviço ou a devolução da quantia paga. “Orientamos aqueles que se sentirem lesados para que guardem consigo as notinhas e mensagens trocadas, as quais irão instruir o procedimento administrativo”, ressalta.

* O Procon fica na rua Sacramento, 317, Centro. O atendimento é das 8 às 16H.

Mais da Gazeta