Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1930
Pará de Minas 12/08/2022


exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

MAIS UMA VEZ, SEÇÃO GRITO POPULAR MOSTRA SUA FORÇA

exclusivo

UNIVERSO FAPAM

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

OLINDA MARIA STAIN, 81
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Credibilidade e imparcialidade em jornalismo é com a GAZETA!”
GABRIEL JOSÉ BARBOSA PALOTTI, administrador e Garra Profissional 2021 no agronegócio

Notícias

GRITO POPULAR


VEJA NA EDIÇÃO 1852: NAS BANCAS DE 05/02 A 11/02. DEPOIS, SÓ NA GAZETA. Veja também outras queixas da edição anterior abaixo.

MATÉRIA GP PROVOCA CHUVA DE GRITOS

Após ser veiculada a matéria intitulada Porque Esse Bairro Não Vai Pra Frente, sobre o, Senador Valadares, alguns leitores e assinantes ligaram para o GP Jornal, para falar sobre esse assunto. Em resumo, a maioria disse que “uma coisa é dizer que não tem lotes naquele bairro e outra, bem diferente, é dizer que não tem lotes em seu nome...” Mas houve quem também  afirmasse que “a matéria levantou a lebre, o pessoal escorregou, realmente, que nem quiabo, mas não houve uma conclusão sobre o importante caso focado pela reportagem GP.”

NOTA DA REDAÇÃO - Ainda sobre esse mesmo tema, não deixe de ler a manchete desta edição, publicada, inclusive, com o mesmo título, nas páginas 1 e 7. Aos poucos, talvez, o GP Jornal acabe concluindo algo, como deseja muita gente. 

TIRANDO EMPREGO DE GENTE DA TERRA?

“Fiquei sabendo que quem está à frente da secretaria de esportes local é um tal de Alexandre, que teria vindo de Pitangui/MG, além de uma tal de Daniela. Acho que o pessoal da prefeitura está embromando a gente. Por que não colocam o Paulo Gottschalg, ex-vice-presidente da Liga Desportiva, para ocupar essa pasta? Ou então, outras pessoas que já trabalham na prefeitura e que são, comprovadamente, bons funcionários. Estou revoltada com isso, porque aqui, em Pará de Minas, tem tanta gente boa do esporte. Realmente, não precisava trazer gente de outra cidade. Falaram que iriam trazer só 1 e já trouxeram 2, tirando, assim, empregos dos pará-minenses. O que estaria por traz de tudo isso?”

NOTA DA REDAÇÃO – Contatada, veja o que disse a Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

“O titular da secretaria de esporte, lazer e turismo é o vice-prefeito e educador físico, Paulo Francisdale Ribeiro Santos. Em relação ao segmento esportivo, a secretaria está sendo reestruturada, com o objetivo de aprimorar o planejamento e a execução de ações voltadas para o desenvolvimento de projetos de incentivo à prática do esporte na cidade, visando o atendimento à crianças, jovens, adultos e idosos. Essa perspectiva inclui a gestão dos espaços públicos esportivos na cidade, distritos e localidades, além da execução de programas e da promoção e apoio à realização de eventos. Com o objetivo de alavancar essas iniciativas, a secretaria passou a contar com um educador físico com diversificada experiência profissional em gestão esportiva, promoção e organização de eventos voltados para o futebol e para o esporte especializado. Cabe ressaltar ainda que este profissional apresenta em seu currículo experiência comprovada em gestão de ICMS Esportivo, cuja eficiência resultará no recebimento de recursos estaduais a serem investidos na área do esporte em Pará de Minas. Deve ser ressaltado ainda que a secretaria conta com equipe capacitada da própria cidade, para executar ações de fomento ao setor,” explica a assessoria.


Entre outras queixas dos leitores GP leia: Buganvilhas na fiação: perigo?


Mais da Gazeta