Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1931
Pará de Minas 18/08/2022


exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

AFINAL, ONDE ESTÁ A VERDADE SOBRE O “FECHAMENTO” DA COOPARÁ?

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

WANDERCY CORREA STEIN, 85
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“A GAZETA sempre mantém a população pará-minense atualizada, com informações precisas!”
CARLOS ALBERTO DE MOURA MORATO, empresário.

Notícias Variadas

PANDEMIA IMPEDE LIQUIDAÇO

A pandemia tirou do cenário a primeira promoção de 2021, programada pela Ascipam. Pelo menos neste semestre, a Liquidaço sai de cena para atender aos decretos municipais que determinam a adoção de medidas restritivas. A promoção, que sempre movimentou a cidade nas primeiras semanas do ano, vai na contramão das normas de prevenção à covid-19 e essa decisão ficou bastante explícita desde que a prefeitura passou a normatizar a prevenção do vírus. Em todos eles, ficou clara a proibição de qualquer evento e/ou promoção que colabore com o aumento de pessoas nas ruas e nas lojas. Diante disso, o calendário da Ascipam vai passar em branco por agora. Quando as condições forem melhores, a Liquidaço será retomada com a mesma estrutura que sempre foi elogiada pela comunidade. O papel dela é de incentivar as vendas em final de temporada, possibilitando aos lojistas a venda de expressivo número de mercadorias para a renovação do estoque. O que muda em Pará de Minas agora? O decreto que entrou em vigor no dia 21 de janeiro vai até 28 de janeiro e determina a continuidade das restrições, entre elas o funcionamento do comércio somente até as 21H. Mesmo enquadrado na Onda Vermelha, dentro da micro e da macrorregião, o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 decidiu não fazer novas restrições diante da constatação que o município mantém o menor índice de contágio do Centro-Oeste. A estatística mostra que isso está acontecendo devido à colaboração da população e ao esforço do empresariado em manter as medidas restritivas. Mas caso haja uma reversão no processo, medidas mais rigorosas serão tomadas imediatamente.


Mais da Gazeta