Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1931
Pará de Minas 18/08/2022


exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

AFINAL, ONDE ESTÁ A VERDADE SOBRE O “FECHAMENTO” DA COOPARÁ?

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

WANDERCY CORREA STEIN, 85
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“A GAZETA sempre mantém a população pará-minense atualizada, com informações precisas!”
CARLOS ALBERTO DE MOURA MORATO, empresário.

Notícias

ASSALTO EM CASA, DISFARÇADOS DE AGENTES DA DENGUE

A PM compareceu na praça Independência, Centro, onde a solicitante, 55, contou aos policiais que estava em casa com sua mãe, 75, e uma funcionária, 43, quando um homem e uma mulher se identificaram como funcionários da de combate à dengue, trajando roupas semelhantes. Como sempre faz, ela permitiu a entrada na casa e eles começaram a fazer o trabalho, normalmente. De repente, o homem pegou um revólver e anunciou um assalto. A filha, então, levou a mãe para uma sala e trancou a porta, gritando. A empregada fez o mesmo, em outro cômodo da casa. Assustados, o casal de ladrões desistiu da roubo, fugindo, sem nada levar.

COMO SABER? - Diante do ocorrido, a reportagem GP foi informada pela secretaria de saúde que o uniforme dos agentes é verde escuro com os dizeres Combate à Dengue, na frente da camisa, e Vigilância em Saúde / Prefeitura de Pará de Minas, nas costas. Eles carregam uma bolsa bege. Os funcionários da prefeitura são identificados ainda por crachá com brasão do município. Em caso de dúvida, basta entrar em contato com a Vigilância em Saúde pelo 3231-7722 para verificar se quem bate à sua porta é mesmo um funcionário da prefeitura.

Mais da Gazeta