Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1930
Pará de Minas 12/08/2022


exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

MAIS UMA VEZ, SEÇÃO GRITO POPULAR MOSTRA SUA FORÇA

exclusivo

UNIVERSO FAPAM

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

OLINDA MARIA STAIN, 81
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Credibilidade e imparcialidade em jornalismo é com a GAZETA!”
GABRIEL JOSÉ BARBOSA PALOTTI, administrador e Garra Profissional 2021 no agronegócio

Notícias Deputados

CORONAVÍRUS: QUASE R$ 2 MILHÕES CHEGAM À CIDADE

O reconhecimento do Estado de Calamidade Pública no país, em decorrência da pandemia de coronavírus permitiu ao governo, autorizar no dia 20 de março, a liberação do montante integral de emendas parlamentares impositivas individuais e de bancada estadual. Com isso, deputados e senadores poderão alterar a prioridade na destinação dos recursos, priorizando o combate ao covid-19. O presidente Bolsonaro afirmou que os recursos envolvidos nessas ações públicas chegariam a cerca de R$ 8 bilhões. Esse montante corresponde à soma daquelas emendas individuais e de bancada estadual que já seriam liberadas para a saúde. Com o estado de calamidade pública, a ideia é antecipar a execução de gastos mais urgentes. Reconhecimento de estado de calamidade permitirá que cada deputado ou senador aponte a destinação de recursos para combate ao coronavírus. A secretaria de governo da Presidência da República informou que antecipará, para o fim deste mês, a possibilidade de o parlamentar remanejar, total ou parcialmente, as emendas individuais obrigatoriamente destinadas à saúde. Neste ano, cada deputado ou senador apresentou R$ 15,9 milhões em emendas individuais impositivas, sendo, necessariamente, 50% para a saúde. Em Para de Minas, o recurso transferido é de R$ 1.900.000,00, que foram destinadas por todos os deputados federais de Minas Gerais, somando os recursos de toda bancada dos 53 deputados federais mineiros. O total da bancada mineira é R$ 117 milhões. Esse valor foi dividido para os 853 municípios, de acordo com número de atendimento. Os recursos do deputado federal Eduardo Barbosa, individualmente, que somam R$ 800 mil para saúde de Pará de Minas, ainda não foram liberados.

Mais da Gazeta