Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1918
Pará de Minas 20/05/2022


exclusivo

GANHO PESSOAL

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

CANTORA LOCAL VAI DIRETO PARA A FINAL DO CANTA COMIGO

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

QUEM FOI

NELSON ALVES MARZAGÃO?
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“Todo esforço merece reconhecimento e o GP Jornal sabe valorizar cada um de nós, como ninguém!”
VITOR DOS SANTOS SILVA, estudante de educação física.

Notícias Coronavírus

FAKE NEWS CONTRA O DEPUTADO FEDERAL DA TERRA

A reportagem GP foi questionada por alguns leitores e assinantes GP que repassaram uma mesma notícia, afirmando que entre os deputados federais de Minas que teriam votado contra a utilização do Fundo Eleitoral, no combate do coronavírus, estaria o nome do deputado federal Eduardo Barbosa. Diante disso, a reportagem GP fez contato imediato com a assessoria parlamentar do ilustre pará-minense, que enviou a seguinte nota. “A Câmara dos Deputados aprovou no dia 3 de abril a Pec - proposta de emenda à constituição do Orçamento de Guerra, projeto que permite a separação dos gastos realizados para o combate ao novo coronavírus do Orçamento Geral da União. Foi aprovada em 1º turno por 505 votos a favor e 2 contras. O Partido Novo apresentou um destaque, em que autoriza os partidos a destinarem recursos do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (Fundão Eleitoral) para ações incluídas em políticas de enfrentamento de emergências de saúde pública, de calamidade pública ou de desastres naturais. Mas a mesa diretora não admitiu o destaque, que é lei infraconstitucional (lei abaixo da Constituição Federal) aprovando a Pec (alteração da Constituição Federal). Ou seja, não houve sequer votação sobre o Fundo Eleitoral.  Motivo: será discutido na mesma matéria o adiamento ou não da eleição, e a destinação do fundo eleitoral, do qual o deputado federal Eduardo Barbosa, pelo contrário, é a favor da destinação do Fundo Eleitoral para o combate ao coronavírus.”

Mais da Gazeta