Selo GP ANO 37 - Nº 1861
Pará de Minas 08/04/2021
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
Selo GP ANO 37 - Nº 1861
Pará de Minas 08/04/2021
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e imparcialidade, desde 84

Jornal discute o meio ambiente

08/11/2019 | Eventos GP

À convite, o GP Jornal realizou no último dia 23, quinta-feira, em horário extraordinário (das 10 às 11H) o 230° Grande Papo, na EM Conceição Maria Moreira, em Limas do Pará, sobre o meio ambiente, antecipando a semana comemorativa, que acontecerá de  5 a 12 de junho. Os debatedores convidados pela produção desse tradicional evento cultural foram o advogado Vítor Almeida e a educadora ambiental Sônia Naime. A abertura musical ficou por conta da querida dupla Edmar & Josimar, que levantou a plateia e teve de voltar com um bis, no fim desse tradicional evento cultural da GAZETA. Como sempre acontece, após o evento, foi realizado o Ganha Prêmio, com os brindes enviados pela COGRAN, PLENA ALIMENTOS e a própria GAZETA. Após o elogiado evento, a reportagem GP conversou com os debatedores e cantores. Veja. 

EDMAR - “Achei o Grande Papo muito legal, muita experiência nova para a gente que nunca tinha participado de um debate assim, com os alunos fazendo perguntas, o pessoal respondendo. Gostei muito, porque o tema bateu com a minha própria vida, pois onde eu moro, em São José da Varginha/MG, a gente mexe com tomates e eu mesmo vou, todos os dias, fazer a plantação, das 7H às 16H, onde há agrotóxicos e a gente nem sabe o risco que a nossa saúde está correndo. Temos, então, de parar de usar agrotóxicos para não poluir. Nós não seremos mais prejudicados, mas nossos filhos e netos serão muito prejudicados, se continuar do jeito que o meio ambiente está... Precisamos nos conscientizar e melhorar isso, a cada dia que passa!”

JOSIMAR – “Eu e meu irmão cantamos desde novos. Quando eu era mais novo tentei ser jogador de futebol, em São Paulo, mas eu não sofri uma lesão nas costas e voltei. Aí, me uni ao Edmar estamos na música, até hoje, com três cds gravados, cinco clipes e o pessoal pode nos acompanhar nas redes sociais e no youtube. Devagarzinho, vamos conquistando o nosso espaço, que não é fácil no meio sertanejo, mas nunca deixei de trabalhar, para conquistar esse espaço, com humildade, em primeiro lugar. Isso que é importante! Sobre o Grande Papo, foi uma coisa nova e muito importante falar do meio ambiente para os alunos, educando eles, que estão começando agora e são o futuro da nação. Eles precisam saber o que tem de ser feito. Estou muito feliz e contente de ter sido convidado.”

VÍTOR ALMEIDA - “O Grande Papo é um sucesso e eu tive a felicidade de participar pela segunda vez. Tudo que vem da GAZETA vem para somar, acrescentar e é muito bom a gente poder participar desse tipo de evento. Tivemos aqui alunos da faixa etária entre sete a quinze anos e isso é ótimo, porque o caminho é a educação. Como sou um advogado especializado em direito ambiental, é bom passar para o pessoal uma noção da lei, porque falta muito conhecimento sobre o meio ambiente, que é extremamente importante. Temos que nos conscientizar para levarmos as coisas de forma melhor!”

SÔNIA NAIME - “Achei fantástica essa edição do Grande Papo, pois o tema foi muito propício e oportuno, com uma participação grande de todos, que enviaram perguntas muito inteligentes. Achei também excelente a GAZETA ter levado esse Grande Papo para uma escola municipal de distrito. Pará de Minas tem vinte e três povoados e é preciso conversar, mais de perto com todos eles e mostrar o que há de bom para se conhecer. Afinal, os temas que o GP Jornal levanta no Grande Papo são muito pertinentes e somam demais com as realidades desses lugares. E na escola de Limas do Pará, a gente percebeu o compromisso deles em construir uma realidade nova para o meio ambiente. Aquilo tudo foi muito profundo e me sensibilizou muito! Eu fiquei muito feliz, animada e confiante com as perguntas. Eles mostraram que haverá mudanças e isso é urgentíssimo, porque o meio ambiente não está sendo preservado. A gente não tem programas de arborização, nem no setor urbano, nem no rural. Sabemos das perdas arbóreas, que são expressivas, mas estão desmatando por qualquer coisa, sem controle e nós nem, sequer, conhecemos as espécies pertinentes da nossa região. E é preciso ter esse conhecimento, não cortar tanto, nem tão mal, porque isso desequilibra o ecossistema e o prejuízo é muito grande não só no clima, como na reposição de água. Por falar nisso, o meio ambiente está comprometido demais com esses desastres ecológicos...”




Exclusivo

QUEM FOI


LENIR DA CONCEIÇÃO MEDINA?
<p><p></p>

<p><b>QUEM FOI</b></p><br></p>

ADORO O GP JORNAL

“Admiro o GP Jornal, por permanecer no mercado, há tantos anos, e com a mesma qualidade das informações!”
MARIA ELIZA C. FARIA, empresária
Adoro o GP Jornal