Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1923
Pará de Minas 24/06/2022


exclusivo

UNIVERSO FAPAM

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

ATÉ AQUI,FATALIDADE ASSIM SÓ ERA VISTA NO FILME PREMONIÇÃO

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

VERA LÚCIA SENA VALADARES
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“O GP Jornal é informação e entretenimento, com qualidade e confiabilidade!”
VINÍCIUS PEREIRA DOURADO, médico cardiologista

Eventos GP

263ª Mostra GP: desenhos

Convidado para expor na 263ª Mostra GP nos meses de setembro e outubro, o administrador e desenhista Rodrigo de Rezende Lima, 39, conversou com a reportagem GP sobre os seus belos desenhos, que já estão expostos na sede do GP Jornal, na rua Alferes Esteves, 54, Centro. Veja.

“Eu comecei a desenhar com 8 anos, quando fiz um desenho na escola e foi o mais feio de todos. Falo isso porque também achei. Isso foi em 1978 e, depois disso eu quis aprender a desenhar para não passar mais vergonha. Tem mais de 25 anos que eu desenho, mas profissionalmente mesmo só tem 3 anos. Quando eu comecei, não existia Youtube. Então, para aprender tinha que pegar um desenho, foto e tentar copiar. De lá para cá eu vim treinando, por meio de fotos de revistas. Depois, comecei a trabalhar e a estudar e aí larguei os desenhos. Mas agora decidi dedicar mesmo a desenhar, voltando com o pensamento de trabalhar com desenhos realistas. Atualmente, tem muita informação na internet. Então, eu assisto os vídeos, tenho comprado materiais mais adequados e vou praticando. A forma que eu sonhei em aprender e ensinar é a cópia, pegando retratos e copiando. Hoje em dia, já consigo pegar qualquer fotografia e reproduzí-la ela. Às vezes, faço alguma alteração, mas tento fazer o mais fiel possível à fotografia. Para aprender a desenhar qualquer um consegue, basta treinar e ter dedicação. Se você pegar algo para fazer e treinar muito, um dia você consegue,” conta Rodrigo.

O QUE VOCÊ MAIS GOSTA DE DESENHAR? - “O desenho que eu mais gostei de fazer foi o meu cachorro, que eu fiz porque o cachorro quase morreu envenenado. Aí, minha filha pediu para eu fazer. Tem também o desenho de um senhor mendigo que eu fiz e adorei fazer, mais do que todos que já fiz.”

HOJE, VOCÊ É PROFESSOR? - “Comecei a dar aula em 2018, em BH, numa escola de artes, onde eles viram o meu trabalho e me convidaram para trabalhar lá. No meu curso, tive alunos que nunca fizeram nenhum desenho e com apenas 6 meses de prática já conseguiam fazer desenhos realistas. Basta praticar! Aqui em Pará de Minas, onde estou morando há quatro meses, conheci a Ana Galvão, que dá aula e ela me convidou para dar aulas no espaço dela, no bairro Raquel. Tem um mês que comecei e já tenho 8 alunos. Já participei de exposição em Contagem/MG, em Nova Lima/MG e agora na GAZETA. Agradeço a oportunidade e quem ver o meu trabalho e gostar, estou à disposição, por meio de encomendas. Quem quiser aprender a desenhar por hobby, pode entrar em contato também.”

* Contato de Rodrigo pelo instagram: @rodrigororelli. Ou pelos fones: 9 9973-5835 e (31) 9 9702-0069.

Mais da Gazeta