Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1923
Pará de Minas 24/06/2022


exclusivo

UNIVERSO FAPAM

exclusivo

GERANDO PERGUNTAS

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

ATÉ AQUI,FATALIDADE ASSIM SÓ ERA VISTA NO FILME PREMONIÇÃO

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

VERA LÚCIA SENA VALADARES
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“O GP Jornal é informação e entretenimento, com qualidade e confiabilidade!”
VINÍCIUS PEREIRA DOURADO, médico cardiologista

Notícias

CONSTRUÇÃO DE QUADRA PARALISADA

A descapitalização da empresa vencedora da licitação pública, para construção da quadra poliesportiva da Escola Municipal Orosina Cecília Meireles foi o pivô da paralisação da obra, iniciada em novembro de 2017, e orçada em R$97.500,00. A confirmação foi feita em resposta ao ofício encaminhado pelo OSB - Observatório Social do Brasil local. Pelo convênio firmado entre a prefeitura e o governo federal, a quadra deveria ter sido concluída, no último mês de junho, mas não passou da fase inicial, motivo do questionamento do OSB. Segundo esclarecimentos prestados pela secretaria de obras públicas, a empresa Braloc só conseguiu manter o ritmo das obras, no primeiro mês. Logo em seguida, a programação deixou de ser cumprida. Imediatamente, a prefeitura notificou a contratada, definindo novo prazo para atualização do cronograma. No entanto, ela não respondeu ao ofício e nem deu prosseguimento às atividades. A prefeitura já abriu um processo administrativo para apurar as responsabilidades e aplicar sanções previstas em lei. O município também tomou a providência de rescindir o contrato. Por se tratar de uma obra custeada por recursos federais, é necessário fazer nova planilha dos serviços faltantes e a reprogramação do contrato junto à Caixa Federal, que é a gestora do recurso. Segundo garantiu a secretaria de obras, tais procedimentos já estão sendo tomados, para que a construção da quadra seja retomada em breve. A obra foi orçada em R$ 97.500,00. 

Mais da Gazeta