Selo GP - Rodrigo Roreli Laço
Fundação:
Francisco Gabriel Bié Barbosa
Alcance, credibilidade e
imparcialidade,
desde 84
ANO 38 - Nº 1931
Pará de Minas 18/08/2022


exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

GENTE PEQUENA

exclusivo

GALERA PARTICIPANTE

exclusivo

GOTA POÉTICA

exclusivo

GRANDE PATRIMÔNIO

exclusivo

GALERA PLANTONISTA

exclusivo

GRITO POPULAR

exclusivo

GENTE PENSANTE

exclusivo

AFINAL, ONDE ESTÁ A VERDADE SOBRE O “FECHAMENTO” DA COOPARÁ?

exclusivo

GIRANDO POR AÍ

exclusivo

GOL DE PLACA

exclusivo

GOSTOSURAS PRÁTICAS

exclusivo

SOCIEDADE GP

exclusivo

HISTÓRIA DE VIDA

WANDERCY CORREA STEIN, 85
Adoro o GP Jornal

TÁ NA GAZETA? TÁ NA HISTÓRIA!

“A GAZETA sempre mantém a população pará-minense atualizada, com informações precisas!”
CARLOS ALBERTO DE MOURA MORATO, empresário.

Notícias

AGOSTO DOURADO: ALEITAMENTO MATERNO

A secretaria de saúde realiza neste mês de agosto uma programação especial para comemorar o Agosto Dourado, uma campanha de incentivo ao aleitamento materno. Todas as UBS - Unidades Básicas de Saúde terão atividades, com o objetivo de mostrar a importância da amamentação. Para saber mais, a reportagem GP falou com a nutricionista da secretaria de saúde, Maísa Rodrigues. Veja.

“Vamos mostrar a importância do aleitamento materno para crianças de zero a doze meses. Para isso, serão realizadas diversas atividades para mobilizar, incentivar e apoiar as mães que querem amamentar ou as que têm alguma dificuldade”, explica Maísa.

Para participar, basta as mães procurarem a unidade de saúde mais próxima de suas casas e se informarem sobre dias e horários da programação.

“Elas devem aproveitar essa oportunidade de conhecer mais sobre o aleitamento materno, que é tão importante para o crescimento e desenvolvimento dos recém-nascidos. A criança que mama tem um ganho de peso melhor, além de crescer mais saudável. O aleitamento materno deve ser exclusivo até o sexto mês de vida. Entretanto, mesmo após esse período, a mãe ainda pode continuar amamentando junto com a introdução de outros alimentos. Se ela desejar pode amamentar até os dois anos ou mais”.

Mais da Gazeta