Colunistas

Bié Barbosa

Bié Barbosa BIÉ BARBOSA, jornalista e publicitário (UFMG), nascido em Pará de Minas em 22/11/53, é casado com Maíza Lage com quem tem 4 filhos. SEU LEMA: “O SENHOR É MEU PASTOR, NADA ME FALTARÁ”!



13/08/2020 - GENTE PENSANTE

GENTE PENSANTE

VEJA
NA EDIÇÃO 1828: NAS BANCAS DE 14/08 A 20/08.



Veja também a
crônica deste mesmo colunista da edição 1827 abaixo: 

SERÁ QUE A ARROGÂNCIA DOS INTOLERANTES É COBRADA, NESTA VIDA?

Quando a atlético cuidador de idosos chegou na porta da bela e ampla casa, antes de tocar o interfone pela 1ª vez, pensou, novamente, sobre tudo que tinha ouvido sobre aquele paciente de 3ª idade. No fim de semana anterior, um dos 1ºs cuidadores daquele senhor tinha dito a ele, na sempre extensa fila de banco:

- Olha, amigo, desejo a você boa sorte com ele, mas vá preparado, porque é o paciente mais difícil que eu já tive, em toda minha vida!

O novo cuidador perguntou: 

- Difícil em que sentido?

- Ele é muito exigente... Não! Exigente é pouco pra ele. Intransigente é a palavra certa. Não é mais do que isso ainda: in-to-le-ran-te! Ele não aceita nada que não seja do jeito que ele quer. E mesmo estando do jeito que ele está - quase que totalmente entrevado - continua querendo ser coronel, mandando e desmandando, como se ele fosse o dono do mundo. 

O atlético cuidador falou, após pensar um pouco:

- Sabia que 2 outros ex-cuidadores dele me procuraram também, para falar coisa parecida? O 1° me disse que ele é o ó do borogodó e que eu serei o 19º cuidador a pisar naquela casa, em apenas 6 meses. O outro me disse que cuidar daquele paciente é pior do que ser queimado vivo no inferno (riso).

Após relembrar tudo o que tinha ouvido, o novo cuidador apertou, enfim, o interfone. Daí a pouco, ele foi conduzido pela parte social daquele casarão, até chegar ao ventre da casa: a ala dos dormitórios. Antes, porém, passou pela silenciosa sala de jantar, onde o enorme e antigo relógio de parede anunciava mais um quarto de hora passada, tocando um trecho de Ave Maria, de Gounod. Ao chegar no quarto do paciente, sentiu um forte cheiro da urina acumulada na encharcada fralda, durante a noite. Sentiu o coração acelerar ao ver o tão mal falado homem. Com fala embolada, ele gritava com o cuidador noturno. Sua face tomou, repentinamente, um tom avermelhado, quase roxo. O cuidador noturno saiu bufando e, ao passar pelo novo enfermeiro, sussurrou:

- Prepare-se, porque uma verdadeira tragédia grega invadir a sua vida. Graças a Deus, já estou indo...

O atlético cuidador aproximou do novo cliente e, olhando para o criado mudo repleto de imagens sacras, disse:

- Que bom que o quarto do senhor é abençoado! Viverei aqui momentos de Deus, quando teremos bastante cuidado com tudo que sai de nossas bocas...

E você, acha que chega uma hora em que os intolerantes são cobrados, de alguma forma, nesta vida? Uma boa leitura!

Veja também


 1 2 3 4 5 6 Fim