Colunistas

Bié Barbosa

Bié Barbosa BIÉ BARBOSA, jornalista e publicitário (UFMG), nascido em Pará de Minas em 22/11/53, é casado com Maíza Lage com quem tem 4 filhos. SEU LEMA: “O SENHOR É MEU PASTOR, NADA ME FALTARÁ”!



02/07/2020 - GENTE PENSANTE

GENTE PENSANTE

VEJA
NA EDIÇÃO 1822: NAS BANCAS DE 03/07 A 09/07.



Veja também a
crônica deste mesmo colunista da edição 1821 abaixo: 

DEPENDÊNCIA DE PARCEIROS PARA PRATICAR ESPORTES? CONVERSA FIADA...

Os homens de barrigas avantajadas as estufavam, ainda mais, para prender as minúsculas toalhas brancas, presas em suas cinturas. Diferentemente da sauna úmida, onde, no Brasil, todos ainda ficam nus, para não molhar as toalhas que eles deixam lá fora, ali, na sauna seca, os usuários continuam enrolados nelas, porque os bancos de madeira pegam fogo, impedindo que eles se sentem sem as toalhas que protegem a delicada pele dessa região. Foi exatamente ali que o homem engraçado brincou com os amigos, como se a sua pança não existisse:

- P _ _ _ m _ _ _ _! Estou reparando as barrigas de vocês daqui e pensando que todos poderiam praticar samô! (riso).

O careca retrucou:

- Pelo visto, você seria o nosso instrutor com essa sua barriga maior. (muitos risos).

O homem de aparelho dentário falou para o homem engraçado:

- Nós todos vamos voltar a jogar futebol de salão, na semana que vem. Por que você também não vem com a gente?

Ele respondeu:

- Comecei a nadar e a fazer caminhadas na semana passada. Caminhada 3 vezes por semana e natação, duas.

O, de destacado colar de ouro, gozou:

- Deixa de ser florzinha, sô! Natação? Caminhada? Homem que é homem joga é futebol! (riso coletivo sem fim)

O homem engraçado agora falou sério:

- Tudo bem que você acha assim, mas não é bem isso que o técnico de futebol, de quando vocês eram adolescentes, me disse... E agora vão dizer que florzinha sou eu?!? (gargalhada).

Tal comentário gerou um silêncio tão constrangedor naquela sauna que alguns, de supetão, saíram do local para refrescar as cucas e os corpos em ducha gelada. Quando eles retornaram, o homem engraçado tentou suavizar o papo:

- Escolhi natação e caminhada, porque aprendi, desde pequeno, a sofrer as minhas dores sozinho. Havia muita gente ao meu redor, todos falando a um só tempo e ninguém ouvindo ninguém... Então, escolhi esses 2 esportes, porque eles também são solitários, como eu aprendi a ser. Não preciso de um parceiro para praticá-los. É muito chato ficar chamando um amigo, todo dia, que hoje pode ir, mas amanhã não pode... Aí, tomei uma resolução: vou sozinho, nas horas que são boas pra mim e ponto final.

E você, vai continuar falando que não tem praticado esporte porque o(a) seu(sua) parceiro(a) não pode ir? Uma boa leitura!

Veja também


 1 2 3 4 5 6 Fim