Acervo de Notícias

30/04/2020 - O TESTE É OU NÃO É RÁPIDO?

Facebook Twitter Google

O TESTE É OU NÃO É RÁPIDO?

A testagem é uma das ferramentas mais importantes para desenhar o cenário de uma epidemia na população. No caso da pandemia do novo coronavírus, não é diferente. A própria OMS - Organização Mundial da Saúde recomenda que todos sejam testados, principalmente para encontrar e isolar os pacientes assintomáticos, importantes vetores na disseminação do vírus. Pará de Minas já recebeu os testes rápidos. Mas será que eles são realmente rápidos? A reportagem GP conversou com o secretário de saúde, Wagner Magesty. Acompanhe.

“O teste é rápido, mas a aplicação dele não é. Quando ele é realizado, ele identifica anticorpos, e um cidadão que é contaminado pelo vírus, ele só desenvolve o anticorpo no 7° dia e só no 8° pode detectar. Ele é rápido no diagnóstico de quando se faz o exame, mas ele depende da produção do anticorpo, que é a matéria-prima fundamental para que seja detectada no teste rápido,” explica Wagner.

Veja também


 1 2 3 4 5 6 Fim