Acervo de Notícias

08/11/2019 - Jornal questiona o mercado de trabalho

Facebook Twitter Google

Jornal questiona o mercado de trabalho

O GP Jornal realizou no último dia 19, quinta-feira, o 233° Grande Papo, na EE Avany Villena Diniz, no Recanto, com o tema escolhido pela própria escola: Mercado de Trabalho. Os debatedores desse, que é o mais tradicional evento cultural da cidade, foram a psicóloga Andréia Maia e a analista de RH Milene Lopes. A animação musical ficou por conta da afinadíssima dupla Duo Café. Participativos, os alunos fizeram ótimas perguntas, tirando as suas dúvidas. Após o evento, foi realizado o sempre esperado Ganha Prêmio, com brindes da COGRAN, PLENA ALIMENTOS e deste GP Jornal. A reportagem GP conversou com os debatedores, começando pela psicóloga Andréia Maia. Veja.

“Para o jovem entrar no mercado de trabalho ele precisa buscar informação sobre esse mercado, ler, estudar sobre a questão de postura organizacional, se interagir com as pessoas do mercado para saber o tipo de currículo correto que deve ser enviado. E cuidar também da postura profissional para que ele consiga a sua vaga. Deve-se usar as ferramentas atuais a seu favor. A falta de experiência atrapalha um pouco, pois estamos com um alto índice de desemprego, tendo muita mão de obra qualificada aguardando essa oportunidade. Eu, particularmente, gosto mais das pessoas que não têm experiência, justamente por elas terem essa vontade, esse gás para trabalhar. Isso ajuda muito, pois podemos moldá-la à empresa,” revela Andéia.

AUTENTICIDADE - A reportagem GP conversou também com a analista de RH Milene Lopes. Confira.

“Eu acho que o mais difícil não é entrar no mercado de trabalho, mas estar qualificado para ele. O jovem de hoje tem deixado de concluir o ensino médio, não tem procurado se aperfeiçoar, não faz um curso. Então, está mais difícil encontrar um jovem qualificado para inseri-lo no mercado de trabalho. Porém, se ele for um jovem interessado, se qualificar, com certeza, terá chance. A entrevista de emprego é muito importante, mas é importante também que o jovem tenha uma boa apresentação, ser pontual, procurar responder a todas as perguntas com sinceridade, pois o entrevistador sabe quando o candidato está mentindo. Se tiver alguma pergunta que ele não compreender, não deve fingir que entende do assunto, nem tentar falar difícil. Tem que ser o mais claro e autêntico possível,” ensina Milene.

LOGO ALI - Para finalizar, a reportagem GP conversou com a dupla Duo Café, os irmãos Robson Mendes, 26, e João Victor Chaves, 25. Acompanhe.

“O nome Duo Café é porque gostamos muito de café, mas também é um sentar para tomar um café musical, compartilhando histórias e músicas. A gente existe desde 6 de setembro de 2018 e a ideia partiu do Robson, que estava em Portugal. Ele estava voltando e eu estava acabando de sair de um trabalho e queríamos fazer um trabalho musical relacionado à MPB. Foi difícil, mas conseguimos provar para nós mesmos que dava certo. Desde então, estamos tomando esse café, tanto entre nós, um com o outro, quanto o público, que sempre vai nos assistir, tem gostado muito, nos acompanhado nas redes sociais, ido a shows. Os feedbacks têm sido positivos. Para o futuro, esperamos gravar as músicas autorais que temos e, quem sabe, lançar um cd. Porém, sempre falamos que o nosso futuro é logo ali... a curto prazo,” conta a dupla.

Clique nas fotos para ampliar
Veja também


 1 2 3 4 5 6 Fim