Notícias Variadas

25/09/2020 - EX-SECRETÁRIO DE SAÚDE É O NOVO PROVEDOR DO HNSC

Facebook Twitter Google

Desde o dia 17 de setembro o HNSC – Hospital Nossa Senhora da Conceição tem um novo provedor: Paulo Duarte, ex-secretário de saúde, que também foi interventor do hospital por 7 meses. O vice-diretor financeiro, Vicente Mendonça, passa a ser o diretor financeiro da entidade. A reportagem GP conversou com Paulo. Veja.

“Diante Das 3 tentativas de conseguir fechar uma chapa para concorrer às eleições regulares da provedoria, o conselho superior tem deliberação e está previsto no estatuto da irmandade, de tomar uma decisão, uma atitude para que os serviços da irmandade não parem de funcionar. Como não tínhamos provedor e o conselho não consegue fazer essa representatividade, os serviços começam a ser comprometidos, as contas e recursos ficam bloqueados, pois sem assinatura do provedor e do diretor financeiro, toda esta empresa para a sua engrenagem. O conselho tem liberação e autonomia para fazer a nomeação de um provedor emergencial para resolver essa situação até que se possa convocar uma nova assembleia e aí sim lançar uma nova chapa.

COMO ACONTECEU? - “O conselho me fez um convite, pelos conselheiros Eduardo Leite e Sérgio Marinho, para que eu assumisse a provedoria num mandato até 31 de dezembro deste ano. Por ser irmão do hospital eu concordei e assumi como provedor. Será convocada uma assembleia onde todos os irmãos poderão aclamar o meu nome como provedor ou dizer não e indicar outro nome. A intenção é não bloquear os serviços que o hospital presta à comunidade, até que coloquem outro provedor ou validem meu nome como provedor até 31 de dezembro.”

E O FIM DA INTERVENÇÃO? - “O meu papel não tem nenhum cunho político, estou aqui como um irmão. A intervenção finaliza no dia 8 de novembro, mas nossa intenção é manter essa intervenção até 31 de dezembro. Tentaremos validar essa alternativa junto ao prefeito, pois estamos num fim de mandato e não é momento para se encerrar um processo tão complexo. O hospital hoje funciona em cima da intervenção, então não é momento de se fazer isso. Após as eleições a provedoria deve pensar num processo de transição, pensar numa nova chapa, discutir com a gestão qual será o papel dela e aí sim elaborar o que será a irmandade para 2021. A intervenção precisa ficar até 31 de dezembro, para que não mexamos no serviço que o hospital presta.”

Veja também


 1 2 3 4 5 6 Fim