Notícias Prefeitura

03/09/2020 - “MUDOU O QUÊ, NO PLANO DIRETOR?”

Facebook Twitter Google

No dia 28 de agosto aconteceu na câmara municipal uma audiência pública para apresentação do novo Plano Diretor. O anterior foi feito na administração de Inácio Franco, depois de mais de mais de 60 anos de sua criação, na administração Osvaldo Lage. Para saber quais alterações, a reportagem GP conversou com o secretário de desenvolvimento urbano, Dimitri Morais. Confira.

“No ano passado o Conselho Municipal de Políticas Urbanas se reuniu e foi feita uma deliberação, quando foi aprovada a mudança do zoneamento da avenida JK, em Tavares, pois tem um empreendedor que quer fazer um posto de gasolina lá e fez essa solicitação. * O conselho se reuniu e viu que era interessante para o município, fazendo, então, a alteração. Nessa audiência, a população foi convocada para se manifestar e não houve nenhuma manifestação negativa. Sendo assim, ficou aprovado que aquela via se torne uma via urbana e, assim, podendo ser construído o posto de gasolina. * Outro ponto que foi colocado foi a questão do perímetro de expansão urbana do município, quando colocamos para a população que Pará de Minas tem uma visão da cidade no intuito de abranger o perímetro de expansão urbana de maneira organizada e planejada. A rodovia 352, parte chamada vetor norte do município, com  aquelas fazendas que estão ali, do Corpo de Bombeiros até o bairro São Paulo, o município tem interesse de expandir o perímetro de expansão urbana daquele local para que possa ter novos empreendimentos. Afinal, sabemos que a maior parte da economia da cidade é fomentada hoje pela construção civil. Ou seja, quando abrimos um loteamento novo, fomentamos a economia, criando empregos e rendas. Estamos expandindo de maneira legal, mas esse processo tem várias etapas. Ele foi para o conselho, onde foi aprovado; fizemos essa audiência pública; e o próximo passo agora é enviar o projeto de lei para os vereadores, para que eles possam apreciar e depois deliberar, para que o prefeito sancione essa lei de expansão urbana,” argumenta Dimitri.

Veja também


 1 2 3 4 5 6 Fim