Eventos GP

08/11/2019 - 262ª Mostra GP: desenhos de tatoos

A preocupação em valorizar e incentivar a produção artístico-cultural de Pará de Minas sempre foi tônica do jornal gazeta pará-minense que, em junho de 1989, inaugurou a mostra GP, na recepção da Gazeta. Trata-se de um evento bimensal, com exposição dos trabalhos desses artistas (pintura, cerâmica, fotos, poesias, etc).



262ª Mostra GP: desenhos de tatoos

262ª Mostra GP: desenhos de tatoos

Convidado para expor na 262ª Mostra GP de julho e agosto, o operador de teste elétrico e também desenhista, Gilson Laurentino Flórida, 22, falou para a reportagem GP sobre os seus desenhos, que estão expostos na sede do GP Jornal, na rua Alferes Esteves, 54, Centro. Confira.

“Sempre gostei de desenhar e tudo começou quando eu ainda era pequeno, só que fiquei parado uns tempos. Depois, decidi voltar a desenhar. É um hobby. Os meus desenhos são livres. Às vezes, faço uma mistura de imagens e outras vezes apenas desenhos aleatórios. Alguns eu crio e outros eu reproduzo. Considero que meus desenhos são um tipo de arte, mas o que eu espero mesmo é conseguir chegar com eles na pintura corporal, as tatuagens. Sei que tudo no começo é difícil. Quando comecei a desenhar achava difícil também, mas quando a gente gosta daquilo que faz, acaba ficando mais fácil. Eu ainda não comercializo os meus desenhos, porque só faço por prazer, mas daqui a alguns dias vou começar a transformá-los em pinturas, em quadros, nos mesmos estilos, para ver se será um bom ramo e se poderei investir nisso. Dependendo do meu desempenho e do retorno que tiver, posso até levar isso para o meu futuro (riso). Mas, por enquanto, o retorno principal dos meus desenhos tem sido o prazer, pois é relaxante desenhar nas horas vagas.”

Veja também


 1 2 3 4 5