Colunistas

Bié Barbosa

Bié Barbosa BIÉ BARBOSA, jornalista e publicitário (UFMG), nascido em Pará de Minas em 22/11/53, é casado com Maíza Lage com quem tem 4 filhos. SEU LEMA: “O SENHOR É MEU PASTOR, NADA ME FALTARÁ”!



10/01/2020 - GENTE PENSANTE

GENTE PENSANTE

O editor GP
escreve mais uma crônica: Será que os astros têm realmente influência sobre as
pessoas?



VEJA NA EDIÇÃO 1798:
NAS BANCAS DE 10/01 A 16/01. A
CRÔNICA DA SEMANA ANTERIOR – Será que está surgindo uma nova visão
político-partidária, neste país? 

Veja também a crônica deste mesmo colunista da edição 1795 abaixo:

HOMOSSEXUALIDADE EXPOSTA E REAÇÃO DE UMA CENSURA RADICAL

Quando ele caiu no mundo da prostituição homossexual tão desmedida e exposta pelas redes sociais, todo mundo de sua terra natal horrorizou. Na roda do novo bar, um político da ala mais jovem não se assustou, dizendo: 

- Daquele pobre coitado eu esperava isso e, pra falar a verdade, até muito mais!

A jovem médica comentou:

- Queria saber como isso repercutiu na casa da mulher de sociedade que ele diz ser sua segunda mãe, quando ela assistiu a um desses vídeos de tão baixo calão. Vou averiguar para saber se ela já viu. 

O propagador mor da vida cor de rosa das pessoas contestou:

- Me desculpem, mas acho que a reação mais sofrida de ter sido da mãe dele, que é super religiosa... Acho que ela nunca o perdoará!

A jovem médica não concordou:

- Reação mais sofrida, com certeza, será a dela, mas discordo que ela não o perdoará. Mãe perdoa tudo, mesmo uma baixaria dessas...

O produtor de belas noivas e fotos de moda concordou:

- Eu esperava tudo dele também, mas confesso que ele me surpreendeu, desta vez. Afundou-se de cabeça no fundo do poço da lama. Não tem volta e ficará marcado para o resto da vida, sendo motivo de deboche e chacota das pessoas dessa cidade!

Meses depois, a mesma turma encontrou-se no lançamento de uma nova butique da cidade. O propagador da vida cor de rosa das pessoas perguntou correndo, quando viu chegando a jovem médica:

- E aí, bonita? A segunda mãe já tinha visto os vídeos ou não?

Ela respondeu, toda tagarela:

- Menino, não te conto nada! Ela começou a assistir uma daquelas porcarias que ele postou, mas não deu conta e deu pause. Chorou muito e até soluçou. Dizem que, passado um tempo, ela o assistiu até o fim. E adivinha qual dos vídeos? Logo aquele! O mais repugnante de todos! Quando acabou de assistir, comentou: Meu Deus, isso é pecado! Eu gostava tanto dele, ajudei a criá-lo. Banquei boa parte da educação dele, inclusive escolar... Eu não acredito que ele fez isso comigo!!! Jogou por água abaixo tudo que eu fiz por aquele ingrato! Nunca mais quero vê-lo, nunca mais! Me contaram que eles tentaram, então, consolá-la, dizendo para ela não sofrer tanto assim, que ela não era sua mãe e que deveria apenas rezar por ele e, quem sabe, um dia, até perdoá-lo. Após chorar, mais compulsivamente ainda, ela bradou:

- Nem se ele fosse meu filho de verdade eu aceitaria esse desgosto todo que ele jogou na minha cara. Nem se ele tivesse passado fome e sede ele poderia ter feito isso... É nojento tudo isso!

E você, acha que vídeos de prostituição postados pelas redes sociais merecem perdão? Uma boa leitura!




Veja também


 1 2 3 4 5 6 Fim