Realizações GP

19/10/2017 - JORNAL DEBATE SOBRE SEXUALIDADE

Em 1989, o jornal Gazeta pará-minense pensou em desenvolver um debate cultural em Pará de Minas, voltado principalmente para os jovens. Realizado mensalmente, com exceção do período de férias escolares (janeiro, fevereiro, julho e dezembro), esse evento é apresentado pelo jornalista Bié Barbosa. Há um pequeno show, com músicos, contadores de história, atores, escritores, etc., seguido de um debate sobre um tema polêmico qualquer. No final, há sorteio de brindes para a platéia, através da sabatina ganha prêmio. Realizado sempre na última 5ª feira do mês, das 19h30min às 20h30min, para uma platéia mínima de 100 pessoas, em locais que se reciclam, anualmente.



JORNAL DEBATE SOBRE SEXUALIDADE

JORNAL DEBATE SOBRE SEXUALIDADE

Esta GAZETA realizou no último dia 19, 5ª feira, o 221° Grande Papo, desta vez na Unincor, com o tema proposto pela própria faculdade: Sexualidade. Os debatedores convidados pela produção deste evento GP foram os psicólogos Leone Mesquita e Everton Menezes. A animação musical ficou por conta da dupla Gabi Marra e Leo Faria, que animaram a plateia, na abertura do evento. Após o debate, quando a plateia participou com perguntas diretas, aconteceu o sempre esperado Ganha Prêmio com brindes da PLENA ALIMENTOS, COGRAN, escritor JOSÉ PEREIRA DA COSTA e da própria GAZETA. No fim do debate, a reportagem GP conversou com os debatedores e o músico. Veja, primeiramente, o que disse, em resumo, o psicólogo Leone Mauro Mesquita, 57.

“Sexualidade é a língua pela qual o sexo percorre na sociedade. A gente diz que sexualidade é tudo aquilo que leva o homem ao prazer que se identifica com o lado da boa vivência. O composto da sexualidade é a afinidade que vai permitir a sua tramitação ou não. É necessário que a afinidade aconteça, em vários níveis, para que a sexualidade possa fluir de uma maneira mais clara, tranquila ou, talvez, mais volumosa. Em duas pessoas que não se entendem fica difícil a sexualidade transcorrer. A afinidade é fundamental na busca do prazer,” ensina Leone.

PROJEÇÃO E FUGA - Veja agora o que disse o psicólogo Everton Menezes, 35.

“Podemos definir a sexualidade, a partir de várias vertentes e perspectivas, tanto ideológicas, psíquicas, culturais ou religiosas. Temos que ter muito cuidado em relação aquilo que a gente tem como percepção da sexualidade, sem qualquer tipo de tabu. Temos que pensar como estamos canalizando toda essa energia, diante dos sentimentos. O que me incomoda na sexualidade do outro, muitas vezes tem sido apenas uma projeção e fuga de nós mesmo e é preciso entender e compreender isso. Já homossexualidade não é doença, mas pode ser aquilo que faz a pessoa ficar angustiada e é necessário que ela seja cuidada, mas não com repressão,” ressalta Everton.

SUCESSO - A reportagem GP conversou também com a afinada dupla Gabi Marra e Leo Faria – na verdade, Virgínia Gabriela Marra e Leonardo Pereira de Faria, ambos com 32 anos. Confira.

“A gente tem trabalhado bastante no cenário musical de Pará de Minas e região, tocando um repertório bem variado de pop rock, sertanejo, MPB e agora estamos também com música própria no forno. Trata-se de nossa primeira música autoral que será lançada ainda neste ano. Pretendemos lançar clipe, cd, tudo que tivermos direito. Para contratar nosso show é só entrar em contato pelo 9 9975-5870. Acompanhem também o nosso trabalho pelo instagram@gabimarraeleofaria e fiquem por dentro de tudo,” convida Gabi.

Veja também


 1 2 3 4 5