Acervo de Notícias

11/01/2018 - CARNAVAL DE RUA OU SAÚDE MELHOR?

Facebook Twitter Google

Há dois anos, Pará de Minas não comemora o carnaval de rua e neste ano também não haverá a Festa do Momo, já que o dinheiro gasto (aproximadamente quinhentos mil reais, no último realizado) será empregado na saúde. Veja o que disse o prefeito Elias Diniz à reportagem GP.

“Temos que levar em consideração que ainda passamos por um período de dificuldades e a população tem que ter essa sensibilidade. Nossa preocupação hoje se chama saúde e tudo o que poderíamos gastar com o carnaval de rua nós vamos gastar com a saúde. Faremos um mutirão para a área da saúde, identificando quais cirurgias têm que ser priorizadas para que isso seja feito, agora no carnaval. Nossa prioridade é o carnaval da saúde. Mas vamos convidar a equipe da cultura para que possa haver pequenas intervenções em locais estratégicos, como em alguns bares, que já têm todo um clima de carnaval, para que eles mesmos façam uma participação direta com alguns blocos. No último carnaval que ocorreu gastaram aproximadamente quinhentos mil reais que podem ser convertidos em cirurgias para a população. Saúde em primeiro lugar,” dita o prefeito.

Veja também


 1 2 3 4 5 6 Fim