Acervo de Notícias

10/01/2018 - PEDAGOGO VENCE O CONCURSO SELO GP ANO 34

Facebook Twitter Google

PEDAGOGO VENCE O CONCURSO SELO GP ANO 34

Em sua 34ª edição, o concurso Selo GP foi realizado por esta GAZETA e o vencedor foi o pedagogo Michael de Souza Calisto, 26. O selo dele irá estampar, durante um ano, as duas placas luminosas da sede do jornal, o cabeçalho da primeira página do jornal, os papéis e envelopes da GAZETA e até camisetas. A reportagem GP conversou com Calisto, após revelar o resultado e ele explicou todos os detalhes de sua criação tudo sobre como o selo foi criado. Veja.

“O meu selo fala do Nossa Senhora das Graças, bairro antigo e tradicional da cidade, e, apesar dos problemas, dos fatos tristes que acontecem lá, bem como por todos os lugares, foi uma maneira que encontrei para dizer para toda a cidade que valeu a pena ser criado lá. Sobre a sua elaboração, perdi as contas de quantas vezes apaguei desenhos, pois foi feito à mão e, depois, o meu irmão Max, passou para o computador. É a terceira vez que participo desse concurso. E agora, ao retratar o bairro, fui o escolhido, com muita honra e alegria”, comemora Michael.

EXPLIQUE O SEU SELO - “Ele foi baseado na minha infância. Sou morador do bairro Nossa Senhora das Graças e sempre quis representar a minha comunidade neste concurso. * Com muita responsabilidade e dedicação, procurei na internet fotos da nossa igreja para retratar da maneira mais semelhante possível o mais antigo templo intacto da cidade. * Padre Libério também aparece no selo, porque ele residia no bairro. Não tive a oportunidade de presenciar suas missas, mas os moradores mais antigos falam disso com imensa alegria. * A criança representa todo aquele que um dia sonhou em ser jogador de futebol, assim como eu, e, por isso, o Estádio Édson Campolina, mais conhecido como Campo do Rio Branco, também foi desenhado, a partir de uma ideia da internet. Fiz grandes amigos, aprendi muita coisa nesse que é o terceiro clube de futebol mais antigo da cidade. * Já o troféu (ao lado do menino) é para lembrar que todos somos vencemos na vida. * Sobre o avião, o nosso bairro, por ficar no alto da cidade, avistamos e ouvimos de lá muitos aviões. Já Cristo Redentor com seus braços abertos nos abençoando, a gente vê bem na nossa frente.”.

ALGO MAIS? – “Acho muito bacana esta oportunidade que a GAZETA nos proporciona. É um concurso sério que vale a pena participar e, com certeza, quero continuar participando e ganhando (riso).”

Veja também


 1 2 3 4 5 6 Fim